quarta-feira, 20 de abril de 2016

Sr. Cidadão

Sr. Cidadão
Um Minuto de sua Atenção...
A sua Preocupação com a Laicidade do Estado
É Seletiva?

terça-feira, 12 de abril de 2016

Poema do Impeachment

Os Legitimamente Eleitos
Quando cometem ilegítimos Feitos
Devem ter seus poderes Legitimamente Desfeitos

A Origem do Mundo

Não-escolha
Então Retornarás
A Origem do Mundo

Comunhão que vê
E não participa
A Medida do Mundo

Tempestades no Deserto
As Areias Voam...
Lança tuas mãos
E toma uma Asa

Que as Areias Azuis são Mágicas
A Asa é Tempo
Que te leva a atravessar memórias
Invisíveis e não conhecidas
Que chamam por Teu Nome a Tempos
E clama por Tua Alma
De gênesis a gênesis
No Palco da Criação

Mas se em suspensão no Ar
Não souberes onde ir e nem como chegar
Não te perturbes

Não escolha por tua Asa
Que quer bater
E pelo Vento
Que quer levar
Não decidas jamais pelo Tempo
Que quer correr, que quer correr

Então da Não-Escolha
Virá Sabedoria
Então Dia de Criação haverá

E assim
Apenas
Em criar
Decidirás

E Todas
As Criações
Te Descobrirão
E te revelarão

---

Agradecimentos: Felipe Reis, Ludmila Pires, Luísa Trajano, Michele Nakashima, Teka Cristina, Valquiria Soares

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Om

Não haverá mais Ilusões
Eu e a Montanha somos um...

Não haverá mais Fronteiras
Eu entendi o que guardava a Montanha
E o que ela guardava
Passou a habitar a Mim

Quando eu olhei de volta
Não era mais Espelho
Além das Ilusões das Fronteiras
Da Montanha de Mim
Havia a Chama que sempre houve
Então passei a aguardar
Um Despertar

Fechei meus olhos
Para abrir estes depois
Eternamente Vigilantes
Na observação do tudo ao Redor
Passei a Habitar olhares
Eternamente de Braços Abertos.

(Agradecimentos a Montse)