domingo, 11 de agosto de 2013

(.)


- Eu sou (...) (...) (...) (...) (...) (...) (...) (...) (...) (...) (...) (...) (...) (...) (...) (...) (...) (...) (...) (...) (...) (...) (...) (...) (...) (...)(.)

Breve Diálogo das Virtudes do Otimismo e do Pessimismo

- Eu faço as grandes obras continuarem!
- Eu evito equívocos...
- Eu sou a alegria do coração!
- Eu pelo menos não embriago ninguém.
- Eu sou mais sublime!
- Eu sou mais acessível.

(.)


- Reconheço que se não há sentido para a vida, este deve ser inventado. Mas em verdade, confesso: Não tenho criatividade para isso.

- Não sou pessimista, minha esperança é que é irônica.

Manifesto Racional

MANIFESTO RACIONAL
A VERDADE É ABSURDA!
(Não há amor além da racionalidade)

Evidências da inexistência dos sentimentos
(A verdade é absurda mesmo...)

1.ª O sentimento não tem unidade de medida, se não tem unidade de medida não pode ser expressado matematicamente e se não pode ser expressado matematicamente: Não existe!

2.ª Sentimento é acessório e não é fundamental para a existência humana, visto que não podemos sobreviver sem a razão e os instintos, entretanto sem sentimentos, sim.

3.ª O sentimento é uma crença e não é fisiológico, porque as finalidades dos sentimentos geralmente são contrárias as inclinações do instinto. Não sendo o sentimento fisiológico, resta ele ser apenas algo metafísico, sendo metafísico é inexistente e o plano onde ele atua não é o da razão e sim, o da imaginação.

Breve projeção para o futuro de uma humanidade em apogeu racional: A esperança, o amor, a fé e os demais sentimentos limitar-se-ão a idéias, então o mundo terá abundante paz e harmonia.

FIM!

Oração a Deus

- Óh! Pai eterno! Afastai-me da vaidade!
- Vaidade de quê?
- Da castidade...
- Oh Deus! Manifestai tua bondade!
- Como?
- Não através de mim, mas para mim...

(.)


- Na violência há morte, há perdas e há diversão.

- Aprenda a ver as coisas ruins da vida, pois é só o que há.

- Tirai os mortos dos cemitérios, sepultai os vivos e salvemos o mundo!

- (...) busca d(...) (...)s deve ser (...) (...) (...) (...) e não (...) (...).

Nota introdutória:


Oh! Que prazer dar uma nota introdutória a essa verdadeira defesa dos princípios éticos do meu partido. Isso não é uma coleção de pintura: É um aglomerado de poemas. E não julgue o leitor precipitado, portanto, que o autor é um pintor tampouco alguém metafísico. Segundo nos ensina à lógica, Sócrates é um ser humano, todo ser humano é real. Poetas são humanos, logo os poetas são reais. E o poeta é real!

(...) (...) (...)

“Uma vitória da espiritualidade contra o niilismo”. (...) (...) (...).

“Um thriller sufocante de tirar o fôlego”. (...) (...)

(.)

Coleção de um Pintor provavelmente Metafísico


Nathan Rodrigues Ramos